AMANDA PEROBELLI/ESTADAO
AMANDA PEROBELLI/ESTADAO

Peixe gigante no Rio Pinheiros inaugura 7ª edição da Virada Sustentável

Artista visual Eduardo Srur faz intervenção com 'Pintado' para tratar da poluição das águas, no 1º dia de festival que vai até domingo

Tulio Kruse, Especial para o Estado

24 Agosto 2017 | 16h04

Um peixe de 30 metros de comprimento e sete de altura foi visto nas águas do Rio Pinheiros por volta das 12h30 desta quinta-feira, dia 24, em São Paulo. Inflável, com corpo azul, barbatanas vermelhas e ferrões amarelos, o 'Pintado' gigante foi rebocado até a estação Pinheiros da CPTM por um barco, que também transportava o artista visual Eduardo Srur, idealizador do peixe. A performance inaugura a 7ª edição da Virada Sustentável, em São Paulo, maior festival de sustentabilidade do Brasil com vários eventos espalhados pela cidade para aproximar o público do tema.

Srur já trata da sustentabilidade em suas obras há muitos anos. São dele intervenções como 'Pets', que instalou garrafas infláveis gigantes nas margens de concreto do rio Tietê, em 2008, e 'Trampolim', que levou bonecos em tamanho real às margens do Pinheiros em 2014, acoplados a trampolins azuiscomo se estivessem prestes a pular no rio. Além do 'Pintado' gigante que navega pelas águas do Pinheiros, inspirado em uma espécie que nadava nos rios da capital paulista antes de serem tomados pela poluição, o artista também expôs uma 'banca de peixes' feitos de material reciclável, no 2º andar da estação Pinheiros.

Cardume de lixo. Papelão, cones de trânsito e CDs viram corpo e barbatanas. Sacos plásticos e luvas de borracha se tornam caudas. O alumínio recortado de latas de refrigerante é transformado em escama. Tampinhas de metal e pet são os olhos. O cardume de lixo da exposição foi feito com material que normalmente é jogado nas margens do Rio Pinheiros, que já não tem peixes de verdade.

"Meu ateliê é de frente para o Rio Pinheiros, e eu tenho uma incapacidade de separar arte e vida", diz Srur. "Essa relação do homem com a natureza sempre existiu, e é dever do artista provocar a reflexão sobre essas relações distorcidas."

LEIA MAIS:  

Confira programação da Virada Sustentável

Virada Sustentável é inaugurada e pede participação da sociedade pelo meio ambiente

Políticas regionais serão prioridade para cumprir objetivos sustentáveis da ONU, diz secretário

Uma oficina com materiais descartáveis, para quem quiser criar seus próprios peixesm também, está aberta ao público das 10h às 17h até o dia 12 de setembro, e conta com a ajuda de monitores e educadores. O 'Pintado' deve boiar entre a ponte Cidade Jardim até o dia 4 de setembro. Já a Virada Sustentável terá eventos em mais de cem locais na cidade do dia 24 até o domingo, dia 27.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.