Yokohama se prepara para painel sobre mudanças climáticas

Evento deve reunir cientistas e políticos de cem nações

Agências internacionais

24 Março 2014 | 20h21

O Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, sigla em inglês), da Organização das Nações Unidas (ONU), abre nesta terça-feira, 25, uma assembleia-geral de cinco dias em Yokohama, no Japão, terça-feira, 25, para discutir o relatório de avaliação sobre o impacto do aquecimento global. Cerca de 500 pessoas de 100 nações vão participar das sessões, a primeira a ocorrer no Japão.

Por causa dos procedimentos de compilação e aprovação adotados pelo IPCC para seus relatórios independentes, as suas publicações são consideradas mais importantes que as formuladas por outras organizações.

Até agora, 195 países aderiram ao IPCC, que foi criado em 1988. Desde a sua criação, o corpo científico foi organizado em três grupos de trabalho. Cada um deles emite um relatório de avaliação a cada cinco a sete anos. A aprovação desses relatórios exige o acordo unânime de todas as nações que participam da sessão.

Notícias relacionadas
Mais conteúdo sobre:
IPCC mudanças climáticas

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.