Vulcão Bulusan enche de cinzas 16 aldeias nas Filipinas

Bombeiros foram enviadas ao local, a 300 km de Manila; duas pessoas estão hospitalizadas por respirar as cinzas

04 de outubro de 2007 | 13h47

O vulcão Bulusan, cerca de 300 quilômetros ao sudeste de Manila, registrou nesta quinta-feira, 4, duas fortes explosões que encheram de cinzas 16 aldeias próximas a ele, na província de Sorsogon, informou o Instituto Filipino de Vulcanologia e Sismologia (Phivolcs, na sigla em inglês). Dois moradores foram hospitalizados com problemas respiratórios por inalar substâncias tóxicas procedentes do vulcão, de 1.565 metros de altitude, disseram as autoridades locais. O governo provincial assinalou que várias equipes de bombeiros foram enviadas da cidade de Sorsogon para ajudar na limpeza da cinza vulcânica que caiu sobre Bulusan, Bulan, Irosin e outros povoados da região. Membros da Phivolcs acrescentaram que desconhecem a magnitude das explosões devido à pouca visibilidade na área e constataram que nas últimas 24 horas aconteceram uma série de tremores que não tiveram conseqüências. Segundo o departamento, a atividade do vulcão se assemelha à do dia 31 de julho, quando ao movimento sísmico seguiu uma potente explosão de cinza que se elevou sobre cerca de cinco quilômetros de altura. No entanto, a Phivolcs não considerou que a atividade medida esta manhã represente um aumento do risco de erupção do Bulusan, que esteve ativo em 15 ocasiões desde 1886. O arquipélago filipino está situado no Anel de Fogo do Pacífico, região de grande atividade sísmica e vulcânica.

Tudo o que sabemos sobre:
VulcãoFilipinas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.