Vazamento de plutônio na Áustria não causou contaminação

Aiea ainda coordena uma investigação sobre as causas do acidente que ocorreu no início do mês de agosto

AP

29 de agosto de 2008 | 14h50

A Agência Internacional de Energia Atômica (Aiea) disse que o vazamento de plutônio ocorrido no início desse mês, em um dos laboratórios da agência, não contaminou o meio ambiente.   A agência disse que análises independentes do solo, de plantas e da água mostram que nenhuma radioatividade foi liberada na área que circunda a região do acidente do dia 3 de agosto.   Foi dito que uma pequena quantidade de plutônio presente em uma solução ácida foi derramada de cinco pequenos vidros. Toda a contaminação foi contida por um cofre de aço onde os frascos estavam.   O laboratório onde ocorreu o acidente fica a cerca de 35 quilômetros ao sudeste de Viena.   A Aiea disse nesta sexta-feira, 29, que ainda coordena uma investigação sobre as causas do acidente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.