Vazamento de plutônio na Áustria não causou contaminação

Aiea ainda coordena uma investigação sobre as causas do acidente que ocorreu no início do mês de agosto

AP

29 Agosto 2008 | 14h50

A Agência Internacional de Energia Atômica (Aiea) disse que o vazamento de plutônio ocorrido no início desse mês, em um dos laboratórios da agência, não contaminou o meio ambiente.   A agência disse que análises independentes do solo, de plantas e da água mostram que nenhuma radioatividade foi liberada na área que circunda a região do acidente do dia 3 de agosto.   Foi dito que uma pequena quantidade de plutônio presente em uma solução ácida foi derramada de cinco pequenos vidros. Toda a contaminação foi contida por um cofre de aço onde os frascos estavam.   O laboratório onde ocorreu o acidente fica a cerca de 35 quilômetros ao sudeste de Viena.   A Aiea disse nesta sexta-feira, 29, que ainda coordena uma investigação sobre as causas do acidente.

Mais conteúdo sobre:
Ástria meio ambiente radioatividade

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.