Arquivo/AE
Arquivo/AE

Uso de sacolas reutilizáveis nos supermercados de Jundiaí é aprovado por 77%, diz pesquisa

Cidade do interior de São Paulo realizou a substituição das sacolas descartáveis nos comércios há um ano; 93% das pessoas apoiam a expansão do programa

Estadão.com.br,

13 Outubro 2011 | 15h11

Um ano após adotar o uso de sacolas reutilizáveis nos supermercados, a população da cidade paulista de Jundiaí aprova a medida. Isso é o que revela a pesquisa realizada pela Associação Paulista de Supermercados (Apas), em que 77% dos entrevistados se mostraram favoráveis à substituição de sacolas descartáveis por  reutilizáveis nos comércios.

 

Os dados, que também mostram que 73% não concordam com o retorno das sacolas descartáveis, foram divulgados nesta quinta, 13, e apresentados ao governador do Estado, Geraldo Alckmin. A medida faz parte da campanha “Vamos Tirar o Planeta do Sufoco”, que tem como objetivo substituir completamente o uso dessas embalagens nos supermercados de São Paulo. 

A pesquisa foi executada pelo Ibope Inteligência com moradores de Jundiaí, cidade escolhida pela Apas para implantar o projeto-piloto da campanha “Vamos Tirar o Planeta do Sufoco”, que tem como objetivo substituir as sacolas descartáveis por reutilizáveis nos supermercados. Com esta pesquisa, a Apas buscou mensurar a percepção da população de Jundiaí e as mudanças de hábito após um ano da implantação do projeto na cidade, o que ocorreu em 30 de agosto de 2011.

Para o presidente da Apas João Galassi, a iniciativa de substituir as sacolas plásticas descartáveis por reutilizáveis é uma forma de conscientizar os consumidores quanto à preservação do meio ambiente. “A população de Jundiaí está de parabéns, pois os resultados apurados mostram seu elevado nível de consciência ambiental e sua capacidade de se adaptar a esta nova realidade”, afirma.

O protagonismo da população de Jundiaí se traduz nos resultados da pesquisa, já que 86% dos entrevistados consideram importante ou muito importante sua atitude individual de não usar sacolas descartáveis. E, para 77% dos entrevistados, a substituição das sacolas descartáveis é a ação em favor do meio ambiente mais lembrada pelos consumidores da cidade.

Outro indicador da aceitação da substituição das sacolas foi o fato do Procon do município não ter registrado reclamação por parte dos consumidores durante o primeiro ano de campanha. A pesquisa ainda demonstrou que 93% dos entrevistados apoiam a expansão da campanha "Vamos tirar o planeta do sufoco" para todo o estado de São Paulo, enquanto, 83% apoia a expansão da campanha para outros tipos de comércio.

As sacolas reutilizáveis e caixas de papelão foram as principais alternativas adotadas pela população para transportar suas compras. Para 89% a alternativa foi a utilização de sacolas reutilizáveis, 45% também optaram por caixas de papelão, 30% por sacolas biodegradáveis compostáveis, 16% por carrinho de feira e 13% por caixa de plástico.

“Agora estamos trabalhando para a implantação da Campanha em todo o estado para cessar a distribuição de sacolas descartáveis a partir de 25 de janeiro de 2012, conforme o acordo firmado em maio passado com o governo de São Paulo", conclui Galassi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.