Unesco retira Galápagos da lista de patrimônio mundial em perigo

As 58 ilhas do arquipélago de Galápagos ficam no Oceano Pacífico, a 1.000 km da costa do Equador

EFE

28 Julho 2010 | 18h40

Grupo de focas na ilha Pinta, do arquipélago de Galápagos

 

O Comitê de Patrimônio Mundial da Unesco decidiu retirar as Ilhas Galápagos de sua lista de "bens em perigo", informou a instituição.

 

"A Unesco analisou com profundidade e tivemos de votar, mas a maioria foi a favor da retirada do sítio equatoriano da condição de patrimônio ameaçado", disse o ministro da Cultura do Brasil, Juca Ferreira. A reunião da Unesco acontece em Brasília.

 

As 58 ilhas do arquipélago de Galápagos ficam no Oceano Pacífico, a 1.000 km da costa do Equador, e foram o primeiro lugar a ser inscrito na lista de patrimônio mundial, em 1978.

 

Pássaro na ilha de Santa Cruz

 

Em sua viagem ao redor do mundo a bordo do Beagle, no século 19, o naturalista Charles Darwin fez uma parada nas Ilhas Galápagos, e a observação das espécies peculiares ao local foi uma das inspirações para a formulação posterior da teoria da evolução.

 

Em 2007, o comitê da Unesco decidiu acrescentar o arquipélago à relação de patrimônios da humanidade em perigo, por conta do "turismo crescente" e de outros problemas.

 

Caranguejo na ilha Pinta

Mais conteúdo sobre:
galápagos unesco darwin

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.