Turismo no Rio Nilo causa contaminação da água

Desfrutar de um cruzeiro no Rio Nilo não é um turismo inofensivo. A hospedagem nos hotéis flutuantes da região é uma das causas para a contaminação de suas águas, que correm o risco de não estarem mais aptas ao consumo em 15 anos.

O Estado de S. Paulo

25 Outubro 2010 | 12h12

 

Segundo o Centro Habi para os Direitos Ambientais, cerca de 300 cruzeiros fazem a rota entre Luxor e Asuán. Os navios não têm um tratamento eficiente das águas residuais, que são descartadas no rio. Isso também prejudica a saúde pública: 17 mil crianças morrem de gastroenterite ao ano por beber água contaminada do Nilo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.