Reginaldo Pupo/Estadão
Reginaldo Pupo/Estadão

Transpetro faz operação para retirar óleo de praias de Caraguatatuba

Cerca de 150 homens usam enxadas, rastelos e carrinhos de mão para encontrar 'bolotas' de óleo derramado.

Reginaldo Pupo,

07 Abril 2013 | 21h15

CARAGUATATUBA - Equipes da Transpetro/Petrobrás e de empresas contratadas trabalham na noite deste domingo na Praia de Massaguaçu, em Caraguatatuba, litoral norte, na tentativa de remover resquícios do óleo que vazou de um oleoduto do Terminal Marítimo Almirante Barroso (Tebar) na noite da última sexta-feira em São Sebastião, atingindo cinco praias. O produto também chegou às praias de Capricórnio e Cocanha. A região está localizada a cerca de 40 km do local do vazamento.

Cerca de 150 homens se dividem na difícil tarefa de tentar encontrar, por meio de lanternas, por "bolotas" de óleo. O trabalho é todo manual, feito com enxadas, rastelos e carrinhos de mão. Geradores de iluminação auxiliam no trabalho. O maricultor Antonio Estevam de Matos, 52, afirmou que o óleo atingiu o mar volta das 10h deste domingo. "Fotografamos a minha fazenda de mariscos toda preta de petróleo", lamentou. Segundo ele, toda a sua produção, de 30 toneladas, foi perdida.

Por meio de nota, a Transpetro/Petrobrás informou que os trabalhos em Caraguatatuba podem ser encerrados ainda esta noite. A empresa informou também que concluiu neste domingo a operação de limpeza da Praia das Cigarras, em São Sebastião, a mais atingida pelo vazamento. Equipes de contingência permanecem no local para monitorar eventuais resíduos trazidos pela maré. De acordo com a empresa, o foco é a conclusão da limpeza da Ponta do Arpoador. Dez embarcações trabalham no local.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.