Tráfico de animais rende US$ 19 bi por ano, diz WWF

Além de ameaçar população de espécies como elefantes e tigres, atividade ilegal financia conflitos

BBC Brasil, BBC

13 Dezembro 2012 | 06h54

Um novo relatório do Fundo Mundial para a Natureza (WWF, na sigla em inglês) diz que o os lucros do tráfico de animais chega a US$ 19 bilhões por ano e que a atividade está ameaçando a estabilidade de alguns governos. O relatório do WWF destaca uma "nova onda" de crime organizado ligado ao tráfico de animais entre fronteiras de países vizinhos.

Segundo a entidade, milícias rebeldes na África se aproveitam da demanda por elefantes, tigres e rinocerontes para obter fundos que acabam financiando conflitos civis. John Scanlon, secretário-geral do Cites, organização que regulamenta o comércio de espécies ameaçadas, diz que esses grupos invadem as fronteiras de outros países para matar elefantes e vender o marfim para comprar armas.

O relatório do WWF também sugere que o tráfico de animais e plantas é a quarta maior atividade comercial ilegal do mundo, perdendo apenas para o tráfico de drogas, falsificação de produtos e moedas e tráfico de pessoas.

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Mais conteúdo sobre:
WWF tráfico de animais fauna

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.