Tornados varrem sul dos EUA e matam 45 pessoas

Tornados e tempestades queatingiram vários Estados do sul norte-americano na noite deterça-feira mataram 45 pessoas, feriram mais de 100 e causaramvários prejuízos, informaram autoridades a mídia local nestaquarta-feira. O mau tempo provocou acidentes rodoviários e destruição decasas nos Estados de Arkansas, Tennessee, Kentucky eMississippi. Os dois primeiros tiveram votações para definir oscandidatos a presidente na chamada "superterça". Na manhã desta quarta, a cidade de Nova Orleans e osEstados do Alabama e Geórgia também estavam sob alerta detornados. O Serviço Metereológico Nacional confirmou nestaquarta-feira 45 mortes por conta da tempestade. Tennessee foi o Estado mais afetado, com 24 mortes, deacordo com autoridades estaduais. Cerca de 150 pessoas seferiram ali. Dois dos Estados prejudicados pelos tornados --Arkansas eTennessee-- estavam entre os 24 da "superterça", em que osnorte-americanos votaram para escolher os candidatos para aeleição presidencial de novembro. Vários pré-candidatos presidenciais enviaram condolências afamiliares das vítimas quando falaram aos seus partidários. "Está sendo uma noite bem complicada. Não sei se me lembrode termos tido tantos alertas (contra tornados) e ocorrências",disse o governador de Arkansas, Mike Beebe, por telefone docentro de operações de emergência na zona norte de Little Rock. Em Kentucky, pelo menos sete pessoas morreram, disse oporta-voz do serviço de emergência do Estado à Fox News nestaquarta-feria. Um tornado no começo da quarta-feira no norte do Alabamamatou pelo menos uma pessoa e destruiu casas a um raio de 16quilômetros em Lawrence County, disseram autoridades à CNN. A tempestade se estendia até o norte de Ohio. (Por Mike Conlon e Todd Eastham)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.