Arquivo/AE
Arquivo/AE

Tigres morrem de fome em zoo chinês, denuncia mídia local

Animais, todos do Zoológico Chenyang Iceberg em Liaoning, recebiam apenas duas carcaças de galinha por dia

Reuters,

11 Março 2010 | 11h38

Pelo menos 11 tigres morreram de fome e desnutrição em um zoológico na China em 2010, Ano do Tigre no calendário lunar, informou a mídia local nesta quinta-feira, 11.

 

Veja também:

linkSuperpopulação de tigres em cativeiro preocupa China

linkTigres estão próximos de extinção, alerta ONG de preservação  

 

A população de tigres selvagens está caindo, mas alguns tigres ainda vivem em zoológicos e centros de procriação no nordeste do país.

 

Algumas instituições estão pedindo o fim da proibição do comércio de partes do tigre, usadas na medicina chinesa.

 

Os tigres, todos do Zoológico Chenyang Iceberg em Liaoning, no nordeste da China, estavam confinados a jaulas muito pequenas e úmidas, e eram alimentados com apenas uma ou duas carcaças de galinha por dia, segundo informações do jornal Liaoshen, citando fontes do zoológico.

 

Em um dos casos, seis tigres morreram em um único dia, informou o noticiário.

 

Segundo divulgação de agências de viagens na Internet, o zoológico é um local de visitação de animais selvagens de primeira classe, inaugurado em 2000.

 

No entanto, o jornal disse que o zoológico estava atrasado no pagamento de salários há mais de um ano, e não tinha o dinheiro necessário para alimentar os tigres.

Mais conteúdo sobre:
tigres mortes fome China zoologico

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.