Texto-base em reunião climática sugere acordo para renovar Kyoto

A proposta cita um novo período para o protocolo, ou seja, uma prorrogação para além de 2012

REUTERS

10 Dezembro 2010 | 20h16

A conferência climática da ONU apresentou na sexta-feira um novo texto-base que sinaliza concessões de países ricos e pobres a respeito das emissões de gases do efeito estufa, o que pode abrir caminho para um pacote, mesmo que modesto, para a liberação de verbas para o combate ao aquecimento global.

O texto reflete "o atual status das negociações", segundo nota dos anfitriões mexicanos num preâmbulo à proposta, que está sendo debatida no último dia da conferência de duas semanas, com a participação de 192 países.

A proposta cita um "segundo período de compromisso" para o Protocolo de Kyoto, o que indica uma prorrogação além de 2012, quando expira o atual tratado. Renová-lo ou não tem sido o grande debate na conferência - Japão, Rússia Canadá e outros exigiam que as nações em desenvolvimento aceitassem metas obrigatórias de redução de emissões, o que não acontece na atual versão do tratado. Os grandes países emergentes dizem que não aceitariam um ônus tão grande quanto das nações ricas.

O texto diz que os países participantes "concordam (...) em assegurar que não haja uma lacuna entre o primeiro e o segundo período de compromisso".

(Reportagem de Chris Buckley e Gerard Wynn)

Mais conteúdo sobre:
CLIMA CANCUN ACORDO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.