Temporada 2010 de furacões será 'acima da média'--pesquisadores

A temporada 2010 de furacões do oceano Atlântico terá atividade "acima da média" e registrará entre 11 e 16 tempestades tropicais, incluindo de seis a oito furacões, disse uma equipe de pesquisadores dos Estados Unidos nesta quarta-feira.

TOM BROWN, REUTERS

09 Dezembro 2009 | 16h34

A equipe da Universidade do Estado do Colorado, formada pelo experiente meteorologista William Gray, disse que de três a cinco das tempestades esperadas para o próximo ano poderão se tornar "grandes" furacões de categoria 3 ou mais na escala de intensidade Saffir-Simpson.

"Prevemos alguma coisa acima da média na temporada de furacões do Atlântico", disse Gray em comunicado.

Os especialistas da Universidade do Colorado, cujas previsões são seguidas atentamente pelos mercados de commodities e de energia, haviam previsto inicialmente que a temporada 2009 tivesse 14 tempestades tropicais, das quais sete se transformariam em furacões.

Mas a temporada 2009, encerrada em 30 de novembro, teve apenas nove tempestades, incluindo três furacões, o período mais calmo desde 1997.

A atividade de furacões no oceano Atlântico neste ano foi abaixo da média, em parte devido ao El Niño, um fenômeno natural caracterizado pelo aquecimento das águas do oceano Pacífico que tende a suprimir os furacões do oceano Atlântico.

Uma temporada normal no Atlântico registra cerca de 10 tempestades tropicais, das quais seis se transformam em furacões.

Nenhum furacão atingiu os Estados Unidos em 2009 pela primeira vez em três anos. Dois sistemas, Claudette e Ida, provocaram ventos com intensidade de tempestades tropicais na costa norte-americana.

(Reportagem adicional de Jim Loney)

Mais conteúdo sobre:
CLIMA FURACOES PREVISAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.