Tempestades perdem força no Atlântico

A tempestade tropical Melissa perdeu força e transformou-se em uma depressão neste domingo, 30, enquanto a tempestade tropical Karen dispersou-se no leste do Oceano Atlântico, informaram meteorologistas.  No México, a água das inundações provocadas pelo furacão Lorenzo começava a recuar, mas as chuvas levadas pela tempestade deixaram cinco mortos e forçaram dezenas de milhares de pessoas a fugir, principalmente em Veracruz, no leste mexicano, informaram autoridades locais.  Às 12h (hora de Brasília), a depressão tropical Melissa encontrava-se 917 quilômetros a oeste de Cabo Verde e não havia indícios de ameaça a ilhas povoadas no Atlântico, informou o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos.  A tempestade Karen dispersou-se em uma área com clima conturbado neste domingo e o Centro Nacional de Furacões dos EUA não está mais divulgando alertas sobre o sistema.  No leste do Oceano Pacífico, a tempestade tropical Juliette estava a mais de 500 quilômetros da costa mexicana e não havia previsão de que chegasse ao continente americano.

AGÊNCIA ESTADO e AP

30 de setembro de 2007 | 14h46

Tudo o que sabemos sobre:
tempestados

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.