Tempestades no Atlântico devem ficar longe do golfo do México

O Centro Nacional de Furacões (CNF) dos Estados Unidos monitora três tempestades no oceano Atlântico, e os modelos climáticos indicam que todas elas ficarão longe das zonas petrolíferas do golfo do México.

REUTERS

30 de agosto de 2010 | 19h28

A mais recente tempestade a receber um nome é a Fiona, que estava se formando na tarde de segunda-feira no Atlântico central.

Em seu último boletim, o CNF disse que essa tempestade, a sexta a receber um nome na atual temporada, está cerca de 1.435 quilômetros a leste das ilhas Sotavento, deslocando-se a 39 quilômetros por hora, com ventos regulares de até 64,4 quilômetros por hora.

Essa tempestade pode ficar ligeiramente mais forte nas próximas 48 horas, mas não se sabe ainda se poderá virar um furacão, segundo o CNF.

Modelos climáticos anteriores indicam que o sistema está tomando uma rota semelhante à dos furacões Danielle e Earl -- virando a noroeste no Atlântico e passando a oeste de Bermuda.

Também na segunda-feira, o CNF elevou o furacão Earl da categoria 3 para a 4, já que seus ventos passaram de 201 para 217 quilômetros por hora. Ele pode ganhar ainda mais força nos próximos dois dias.

Esse furacão está cerca de 177 quilômetros a nordeste de San Juan (Porto Rico), deslocando-se a noroeste a 24 quilômetros por hora.

A previsão é de que o sistema faça uma curva a noroeste e depois ao norte, possivelmente se aproximando da costa da Carolina do Norte.

Já o furacão Danielle, que está sobre o Atlântico norte, foi rebaixado a tempestade tropical, já que seus ventos caíram de 120 para 112 quilômetros por hora, deslocando-se na direção leste-nordeste a 24 quilômetros por hora. Espera-se que o sistema perca ainda mais força nas próximas 48 horas.

(Reportagem de Joe Silha)

Tudo o que sabemos sobre:
CLIMATEMPESTADEEUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.