Tempestade tropical Emily desacelera ao seguir para Haiti

A tempestade tropical Emily desacelerou para um ritmo lento conforme seguia rumo ao Haiti na quarta-feira, mas continuava no caminho para atingir nesta quinta-feira a nação que ainda luta para se recuperar do terremoto devastador do ano passado.

REUTERS

04 Agosto 2011 | 08h42

A Emily estava a cerca de 75 quilômetros ao sul da ilha Beata, na República Dominicana, perto da fronteira com o Haiti, por volta da 00h00 (horário de Brasília), informou o Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC).

A tempestade, que já provocou chuvas pesadas na República Dominicana e no Haiti, mantinha ventos de 85 quilômetros por hora. A previsão era de que o centro da tempestade passaria pelo sudoeste do Haiti no início desta quinta-feira, antes de seguir para o extremo leste de Cuba à noite.

A Emily, a quinta tempestade a ser nomeada na temporada de furacões do Atlântico, não representava ameaça imediata às instalações de gás e petróleo do Golfo do México. Mas se ela mantiver seu ritmo ao passar por Hispaniola, a ilha montanhosa que atravessa o Haiti e a República Dominicana, o NHC acredita que ela possa se intensificar mais tarde na semana.

Mais conteúdo sobre:
AMBIENTE EMILY HAITI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.