Tempestade tropical Bret ganha força em direção ao mar

A tempestade tropical Bret se fortaleceu à medida que se afastou das Bahamas nesta segunda-feira, e meteorologistas afirmaram que pode ganhar força de furacão quando estiver sobre o mar aberto, no Atlântico, onde não representa mais perigo para o continente.

REUTERS

18 Julho 2011 | 20h04

Toda a vigília e os alertas para as Bahamas foram retirados, afirmou o Centro Nacional de Furações dos Estados Unidos.

Não houve notícias de danos ou interrupção de serviços após a tempestade tropical, que é a segunda da temporada de furacões na região do Atlântico-Caribe, passar ao norte da grande ilha das Bahamas e das Ilhas Ábaco, na região norte das Bahamas, nesta segunda-feira.

A previsão do tempo indicou que as chuvas e as dificuldades de navegação devem diminuir durante a noite.

Os principais ventos que compõem a Bret aceleraram de 85 para 100 quilômetros por hora nesta segunda-feira.

"Durante a noite é possível que ela se fortaleça mais e a Bret pode se aproximar da velocidade de furações no início de terça-feira", disse o centro de furacões.

Caso os seus ventos cheguem a 119 quilômetros por hora, a Bret pode se tornar o primeiro furacão da temporada de tempestades da região do Atlântico-Caribe, que vai de 1o de junho a 30 de novembro.

Mas a tempestade estava se movendo para além das Bahamas na direção norte-nordeste e deve se voltar ainda mais para o nordeste em uma trajetória que a manterá sobre o mar aberto bastante a norte das ilhas Bermudas.

Espera-se que ela enfraqueça no sábado ao atingir águas mais frias.

(Reportagem de Jane Sutton em Miami e Neil Hartnell em Nassau)

Mais conteúdo sobre:
CLIMATEMPESTADEBRET*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.