Tempestade Hillary ganha força perto de costa do México

Alertas para uma tempestade tropical foram emitidos nesta quinta-feira para uma extensão da costa sul do México no Pacífico, e segundo o Centro Nacional de Furacões dos EUA, a tempestade tropical se intensificaria para o nível de um forte furacão no sábado.

REUTERS

22 Setembro 2011 | 08h26

Um alerta para a tempestade tropical estava em vigor de Luganas de Chacahua até Punta San Telmo, ao leste, e um monitoramento da tempestade foi acionado de Punta San Telmo até Manzanillo, mais a leste.

A tempestade Hillary deve ganhar força e se tornar um furacão, com ventos superando 119 quilômetros por hora, na quinta-feira, e se tornar um grande furacão, com ventos acima de 178 quilômetros por hora, até sábado, informou o centro.

Apesar das atuais previsões indicarem que o centro da tempestade poderia se deslocar paralelamente à costa, um desvio para o norte poderia trazer ventos mais fortes para as regiões costeiras, disse o centro de monitoramento.

Às 6h (horário de Brasília), o centro disse que a tempestade estava a cerca de 185 quilômetros de Punto Maldonado, com ventos atingindo velocidades máximas de 110 quilômetros.

Mais conteúdo sobre:
CLIMAHILLARYMEXICO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.