Tempestade Cindy se forma no Atlântico e Bret perde força

A terceira tempestade tropical da atual temporada no oceano Atlântico se formou na quarta-feira, recebendo o nome de Cindy, e avança para nordeste sobre o mar aberto, bem distante da costa norte-americana, segundo o Centro Nacional de Furacões (CNF) dos Estados Unidos.

REUTERS

20 Julho 2011 | 20h11

A nova tempestade surgiu três dias depois da tempestade Bret, que perdeu força ao se dirigir também para nordeste, afastando-se do país.

"O centro da Cindy vai permanecer longe da terra, sobre o Atlântico", disse o CNF, com sede em Miami.

Às 18h (hora de Brasília), a nova tempestade tinha ventos regulares de até 65 quilômetros por hora, e seu centro estava a 1.065 quilômetros a leste-nordeste de Bermuda.

A tempestade Bret, cujos ventos diminuíram para 75 quilômetros por hora, deve perder ainda mais força nas próximas 48 horas, e se dissipar totalmente num prazo de três dias. Seu centro estava 775 quilômetros a leste de Bermuda.

Meteorologistas do governo norte-americano previram em maio uma temporada de furacões "acima do normal" em 2011 no Atlântico, com 12 a 18 tempestades, sendo seis a dez furacões, dos quais metade podem se tornar violentos.

No Pacífico, bem a leste da costa mexicana, o furacão Dora ganhou força e chegou à categoria 3 na escala das tempestades, segundo o CNF.

(Reportagem de Pascal Fletcher)

Mais conteúdo sobre:
CLIMACINDYTEMPESTADE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.