Surge mais uma depressão tropical no Atlântico

Uma nova depressão tropical se formou no extremo leste do Atlântico, ao sul de Cabo Verde, e pode se tornar uma tempestade tropical ainda na terça-feira, segundo o Centro Nacional de Furacões dos EUA. Caso isso aconteça, a tempestade será chamada de Josephine. Por enquanto, ela está cerca de 270 quilômetros de Cabo Verde, uma ex-colônia portuguesa na costa africana, segundo os meteorologistas de Miami. Seus ventos regulares são de 64 quilômetros por hora, e ele se desloca para noroeste, devendo ganhar força nas próximas 24 horas e se tornar um furacão num prazo de três dias. É a décima depressão tropical a se formar na intensa temporada de furacões deste ano no Atlântico. Enquanto isso, o furacão Gustav foi "rebaixado" a tempestade tropical depois de atingir a costa sul dos EUA, o furacão Hanna ameaça a Costa Leste dos EUA entre a Flórida e a Carolina do Norte, e a tempestade Ike vaga pelo meio do Atlântico. Hanna, um furacão da categoria 1, com ventos regulares de 130 quilômetros por hora, deve ganhar força na quarta-feira e passar à categoria 2, segundo o Centro Nacional de Furacões. O Hanna provoca fortes chuvas no sudeste das Bahamas, nas ilhas Turcos e Caicos e no Haiti, segundo os meteorologistas. Há risco de deslizamentos e inundações no norte da ilha Hispaniola, onde ficam Haiti e República Dominicana. (Reportagem de Sandra Maler)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.