José Patrício/AE - 09/11/2009
José Patrício/AE - 09/11/2009

Stephanes quer discutir com Lula sobre o Código Florestal

Ministro da Agricultura diz que 'ninguém vai sair multando o produtor' após a data-limite imposta pela lei

Célia Froufe, da Agência Estado,

08 Dezembro 2009 | 14h38

O ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, insistiu nesta terça-feira, 8, em que voltará a se encontrar com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva antes de uma decisão final deste sobre o Código Florestal. Apesar de o decreto presidencial definir a próxima sexta-feira, 11, como a data-limite para o início da aplicação de punições aos produtores cujas terras estiverem em desacordo com a lei, Stephanes diz acreditar que o encontro com o presidente poderá até se dar após o dia 11.

 

"Teremos nova reunião a respeito do assunto e, só depois, o governo tomará decisão", afirmou o ministro. "Ninguém vai sair multando o produtor no dia seguinte, até porque está chegando o Natal. Isso (o encontro) pode ser depois", disse o ministro.

 

Stephanes voltou a enfatizar que, pelos seus cálculos, 3 milhões de produtores rurais estão em situação que contraria, de alguma forma, o Código Florestal e que, desse total, 1 milhão corre o risco de perder as terras. "Isso porque a legislação foi feita sem nenhuma participação da Agricultura e de seus institutos de pesquisa", disse.

 

Veja também:

linkAcordo para mudar Código Florestal é debatido

linkO que há de errado com o Código Florestal

 

Já o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, que tem posição diferente de Stephanes em relação a esse tema, afirmou, em ocasiões anteriores, que o assunto já foi debatido e que agora apenas aguarda um resultado por meio de uma publicação oficial do governo.

Mais conteúdo sobre:
Reinhold Stephanes Codigo Florestal Lula

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.