Soldados americanos adoecem com queima irregular de lixo

Centenas de soldados e civis americanos que atuam em bases militares no Iraque e no Afeganistão estão sofrendo de câncer de pulmão e de outras doenças respiratórias. A causa seria a queima do lixo nos dois países, realizada por uma empresa do Texas, Kellog Brown and Root, responsável pelo serviço.

Andrea Vialli, O Estado de S. Paulo

09 de agosto de 2010 | 13h37

 

A empresa está sendo processada na Justiça por mais de 240 pessoas. “A empresa queimava todo tipo de lixo, de garrafas plásticas a animais mortos, sem nenhum tipo de tratamento”, afirmou um dos soldados. Em março, as Forças Armadas proibiram a queima dos resíduos a céu aberto.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
meio ambienteplaneta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.