Só 4% do território da Amazônia Legal é regularizado

A destinação incerta equivale às áreas de Alemanha, Espanha, França, Hungria e República Checa

Cristina Amorim, de O Estado de S. Paulo,

27 de fevereiro de 2008 | 20h15

Quase um terço das terras da Amazônia Legal está em situação irregular ou indefinida. Apenas 4% da área é composta por propriedades particulares devidamente regularizadas pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).   Leia reportagem completa sobre o assunto na edição desta quinta-feira, 28, de O Estado de S. Paulo.   Segundo um estudo feito pelo Instituto do Homem e do Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), ONG com sede em Belém (PA), 31% do território da Amazônia é supostamente privado sem validação de cadastro - o que, na prática, significa que ainda não se sabe a quem pertence e a que se presta.   A destinação é incerta em 1,58 milhão de km2, espaço equivalente à soma das áreas de cinco países: Alemanha, Espanha, França, Hungria e República Checa.   O trabalho é baseado em dados do próprio Incra e entrevistas com funcionários de órgãos públicos e produtores rurais.

Tudo o que sabemos sobre:
amazônia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.