Seul declara região atingida por vazamento como 'área de desastre'

Designação permite que o governo central preste auxílio financeiro ao local para cobrir custos de limpeza

Agência Estado e Associated Press,

11 de dezembro de 2007 | 05h51

A Coréia do Sul declarou, nesta terça-feira, 11, as regiões costeiras atingidas por um grande vazamento de petróleo como áreas especiais de desastre, facilitando o caminho para que o governo tome providências. Milhares de barris de petróleo bruto vazaram de um petroleiro danificado na sexta-feira, atingindo várias praias da costa oeste do país, prejudicando a pesca e a indústria de frutos do mar em seis cidades e condados localizados a cerca de 150 km a sudoeste de Seul. A medida tem o objetivo de "aliviar as dores das regiões e dos pescadores afetados pelos danos e rapidamente conter a contaminação", informa uma nota divulgada pela administração do governo e pelo Ministério de Assuntos Internos. A designação permite que o governo central preste auxílio financeiro ao local para cobrir os custos de limpeza e serviços médicos, diminua os impostos para os moradores e permita que eles posterguem o pagamento de empréstimos a bancos, informou o ministério. Milhares de pessoas - incluindo policiais e militares - trabalham no local, onde 66 mil barris (ou 10,5 milhões de litros) de petróleo bruto escoaram para o oceano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.