Carlos Orsi
Carlos Orsi

Seca na Austrália e nevasca na Antártida têm ligação, diz estudo

Segundo os cientistas, fenômeno seria causado por um modelo de circulação atmosférica que afeta regiões

Efe,

08 Fevereiro 2010 | 12h16

Existe uma estreita relação entre a seca do sul da Austrália e as fortes nevascas no cume de Law Dome, na parte leste da Antártida, revela um estudo publicado pela revista Nature.

 

Veja também:

linkImpacto das mudanças climáticas será sentido na água, diz ONU

linkPesquisa no continente gelado

especialGlossário sobre o aquecimento global

especialRumo à economia do baixo carbono    

 

O fenômeno seria causado por um modelo de circulação atmosférica em que um vento frio e seco chega à Austrália enquanto o ar úmido e quente se dirige à zona Antártica.

 

Para a pesquisa, os cientistas da Divisão Australiana na Antártida e do Centro de Pesquisas do Clima e Ecossistemas Antárticos compararam os registros de tempestades em Law Dome e no sudoeste australiano.

 

Os registros guardam uma relação inversa: quanto mais chove em uma região, menos intensas e frequentes são as tempestades na outra.

 

Os dados meteorológicos de Law Dome mostram que as intensas nevascas das últimas décadas não são frequentes se comparadas com os registros dos últimos 750 anos. O mesmo acontece na Austrália, onde a seca foi muito mais intensa em décadas recentes que nos últimos sete séculos e meio.

 

Os pesquisadores dizem que os fluxos de vento responsáveis pelos dois fenômenos meteorológicos têm relação com a mudança climática induzida pela ação humana.

Mais conteúdo sobre:
secaAustralianevascaAntartida

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.