Satélite fotografa mudança no rumo de fumaça de vulcão

Ventos desviam a pluma vulcânica para o sudeste, mostra o satélite Aqua

estadao.com.br

13 Maio 2010 | 14h07

Duas imagens, feitas em 11 e 12 de maio pelo instrumento Modis - sigla em inglês de Espectrorradiômetro de Imagem de Resolução Moderada - do satélite Aqua, da Nasa, mostram a mudança na direção da pluma de fumaça emitida pelo vulcão islandês Eyjafjallajokull.

 

Comparada com a imagem do dia 11, a de 12 de maio mostra que os ventos de baixa altitude mudaram de direção, deixando de soprar para o sul e voltando-se mais ao sudeste. Ela também mostra uma frente oclusa posicionada imediatamente a leste do vulcão.

 

Pluma de fumaça dirigindo-se para o sul. Círculo vermelho marca o local do vulcão. Nasa

 

Uma frente oclusa é uma faixa onde massas de ar gelado, quente e frio entram em conflito. O sistema fotografado, de acordo com a Nasa, é uma oclusão fria, onde o ar gelado próximo à superfície se desloca sob ar um pouco mais quente acima.

Imagem do dia 12, mostrando a mudança de rumo da fumaça e a frente fria. Nasa

 

Ela criou ventos que sopram do oeste-noroeste à medida que a frente passa, levando a pluma vulcânica para o este-sudeste.

Mais conteúdo sobre:
vulcão meteorologia satélite nasa islândia

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.