Ruanda registra raro nascimento de gêmeos de gorila-das-montanhas

População mundial de espécie ameaçada de extinção é de 780 animais; registro é apenas o 5º do tipo no país

BBC Brasil, BBC

10 de fevereiro de 2011 | 06h12

Filhotes gêmeos de gorilas-das-montanhas nasceram em um parque nacional de Ruanda, uma ocorrência considerada rara pelos grupos conservacionistas.

Este é apenas o quinto registro de nascimento de gêmeos na história da subespécie no país e, até então, o caso mais recente havia ocorrido em 2004, segundo o grupo conservacionista The Gorilla Organization.

A espécie ainda é tida como ameaçada de extinção, apesar do recente crescimento na sua população em parques nacionais na África. Estima-se que menos de 800 gorilas-das-montanha vivam livres na natureza.

"É muito raro ouvirmos falar de gêmeos gorilas, portanto estamos muito felizes com a notícia", diz Emmanuel Bugingo, porta-voz da entidade em Ruanda.

Crescimento

Ian Redmond, presidente da Aliança Ape, coalizão internacional de entidades que trabalham pela defesa e conservação de macacos, diz que "gorilas fêmeas têm geralmente apenas um filhote a cada quatro anos, uma das razões pelas quais os animais são tão vulneráveis".

O gorila-das-montanhas (Gorilla beringei beringei) é uma das duas subespécies do Gorilla beringei (gorila-do-oriente), encontrado nas montanhas do leste da República Democrática do Congo e em regiões próximas a Ruanda e Uganda.

A Gorilla beringei graueri, a outra subespécie, é a mais numerosa, com cerca de 5 mil indivíduos.

No ano passado, uma contagem revelou que a ameaçada população de gorilas-das-montanhas aumentou significativamente nos últimos 30 anos, subindo de 250 para 480 na região de Virunga Massif, onde vive a maioria dos gorilas de montanhas, em parques dos três países.

Existem ainda cerca de 302 animais, de acordo com o censo de 2006, vivendo no parque de Bwindi, em Uganda.

 

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
gorilaáfricamacaco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.