REUTERS
REUTERS

Rio pode sediar Organização Mundial do Meio Ambiente

Criação do órgão foi ideia do presidente frances, Nicolas Sarkozy

EFE

26 Dezembro 2009 | 18h17

A proposta do presidente francês, Nicolas Sarkozy, de criar a Organização Mundial do Meio Ambiente recebeu o apoio do governo brasileiro, que ofereceu a cidade do Rio de Janeiro para abrigar a sede do órgão. 

 

 

O chanceler Celso Amorim disse neste sábado, em entrevista ao jornal O Globo, que a organização deve ter como missão a defesa do "desenvolvimento sustentável" e deve fazer parte das Nações Unidas.

 

Veja também:

linkONU faz apelo para que países assinem acordo de Copenhague

linkFiasco na Dinamarca esvazia o papel da ONU

especial COP-15: os principais fatos

especial Glossário sobre o aquecimento global

 

Em 1992, o Río de Janeiro sediou a cúpula mundo da ONU para o clima (a Eco 92) e em 2012 abrigará a conferência Rio+20, que discutirá temas ligados ao meio ambiente e à sustentabilidade.

 

 

A ideia para que fosse criada a Organização Mundial do Meio Ambiente surgiu em novembro, durante um encontro, ocorrido em Paris, entre Sarkozy e o presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.