Tatan Syuflana/AP
Tatan Syuflana/AP

Rinoceronte nascido nos EUA vai à Indonésia para salvar a espécie

Macho de 8 anos foi criado em zoológico e participou de programa de reprodução; mamífero está em perigo crítico de extinção

O Estado de S.Paulo

03 Novembro 2015 | 10h43

JACARTA - Um rinoceronte de Sumatra nascido nos Estados Unidos chegou neste domingo, 1º, à Indonésia depois de uma longa viagem, de Cincinnati, no Estado de Ohio, em uma missão de reprodução para ajudar a preservar sua espécie, em perigo crítico de extinção.

Harapan, um macho de 8 anos, nasceu no Zoológico de Cincinnati e passou os dois últimos anos como praticamente o último rinoceronte de Sumatra no Hemisfério Ocidental.

O animal chegou ao Aeroporto Soekarno-Hatta, em Jacarta, em uma jaula especial, onde viajou a bordo de um avião da Cathay Pacific. A viagem prosseguiu por caminhão até o Porto de Merak e balsa para a Ilha de Sumatra.

"Felizmente, ele chegou aqui", disse o diretor de Conservação de Biodiversidade do Ministério do Meio Ambiente e Silvicultura da Indonésia, Bambang Dahono Adji.

O animal de 816 kg estava sob controlo médico e foi treinado para caminhar até sua jaula e permanecer voluntariamente nela antes de começar a jornada de 16 mil quilômetros na sexta-feira, 31, encerrando um programa de reprodução em cativeiro para a espécie no Zoológico de Cincinnati, que gerou três rinocerontes.

Harapan foi acompanhado em sua viagem por um experiente cuidador de animais de Cincinnati, que estava no santuário de Sumatra quando o irmão mais velho de Harapan se tornou pai, em 2012.

A expectativa é de que Harapan possa se reproduzir com uma ou mais fêmeas em Way Kambas, onde Ratu, uma fêmea de 12 anos nascida na natureza, está grávida de segundo filhote e deve dar à luz em maio.

A Indonésia afirmou que não quer depender de outros países por meio do envio de rinocerontes para se reproduzir no exterior. No entanto, disse que qualquer apoio tecnológico ou científico para o programa de melhoramento genético do rinoceronte de Sumatra é bem-vindo.

O número de rinocerontes de Sumatra foi praticamente dizimado nos últimos 50 anos por causa da caça para a obtenção de seus chifres, da destruição de florestas pelos agricultores, da exploração madeireira ilegal e plantações por empresas de óleo de palma. /AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.