WWF/AP
WWF/AP

Rinoceronte javanês do Vietnã está extinto, diz WWF

A caça ilegal foi a provável causa da morte do último rinoceronte selvagem do país

REUTERS

25 Outubro 2011 | 10h07

Um rinoceronte encontrado morto no ano passado no Vietnã era o último no país, o que deixou a espécie à beira da extinção, informou o Fundo Mundial para a Natureza (WWF) nesta terça-feira.

Apenas uma pequena população resta agora na Indonésia.

Análises genéticas de 22 amostras de excremento coletadas no Parque Nacional Cat Tien, no Vietnã, entre 2009 e 2010, indicaram que o animal, encontrado morto com uma bala alojada na perna e com seu chifre removido, em abril de 2010, era o último rinoceronte selvagem do Vietnã.

A caça ilegal foi a provável causa da morte, disse a WWF em um relatório.

"É triste ver que, apesar do investimento significativo na população de rinocerontes vietnamitas, esforços de conservação não conseguiram salvar esse animal. O Vietnã perdeu parte de seu patrimônio natural", disse um comunicado citando Tran Thi Minh Hien, diretor da WWF no Vietnã.

Chifres de rinocerontes são um ingrediente cobiçado na medicina oriental tradicional, pois segundo rumores ajudam a curar o câncer ou prevenir contra a doença, apesar de cientistas afirmarem que não existem provas que sustentem essa crença.

Segundo a WWF, até 1988 acreditava-se que o rinoceronte, originário da ilha de Java, na Indonésia, estava extinto da Ásia continental, mas um deles foi caçado na área de Cat Tien, conduzindo à descoberta de uma pequena população no Vietnã.

Apesar dos esforços de diversas organizações para proteger os animais remanescentes, "a proteção ineficaz do parque foi, em última instância, a causa da extinção", afirmou a organização.

Acredita-se agora que os rinocerontes javaneses, em verdadeiro risco de extinção, estejam confinados a uma população de menos de 50 indivíduos em um pequeno parque nacional na Indonésia, disse a WWF.

Apesar das restrições, o comércio de vida selvagem continua sendo uma ameaça para uma série de outros animais em risco de extinção. A mídia estatal vietnamita disse na segunda-feira que autoridades alfandegárias confiscaram mais de uma tonelada de marfim de elefante escondido em um pacote destinado à China.

(Reportagem de John Ruwitch)

Mais conteúdo sobre:
AMBIENTE VIETNA RINOCERONTE EXTINTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.