Reforma do Código Florestal privilegia latifundiários, diz deputado

Deputado Sarney Filho anunciou voto contra parecer de Aldo Rebelo sobre Código Florestal

estadão.com.br

06 Julho 2010 | 14h49

SÃO PAULO - O deputado Sarney Filho (PV-MA) anunciou seu voto contra o parecer do deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP) sobre as alterações no Código Florestal.

 

Sarney Filho citou documento assinado por movimentos de agricultura familiar e por personalidades de importância nacional e internacional que condenam o parecer de Rebelo e afirmam que ele privilegia os latifundiáros.

 

Segundo o documento, os integrantes da agricultura familiar nunca pediram a isenção de reserva legal porque acreditam que é possível produzir alimentos sem eliminar toda a vegetação.

 

Sarney Filho lembrou que a Constituição garante os direitos difusos e coletivos da sociedade, que necessita de água, terras saudáveis e serviços ambientais.

 

A comissão especial que analisa a reforma do Código Florestal está reunida no Plenário 2 da Câmara dos Deputados, em Brasília.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.