Redução de vapor d'água pode explicar aquecimento menor

Menos vapor tem sido registrado na estratosfera; a água na atmosfera é um potente causador de efieto estufa

Associated Press,

28 Janeiro 2010 | 18h35

A diminuição no ritmo do aquecimento global nos últimos anos pode ter sido causado por uma queda no vapor d'água da estratosfera, sugere um novo estudo.

 

Painel do clima continua confiável, dizem especialistas

 

Frio extremo nos EUA é indício de mudança climática, diz estudo

 

Embora o clima continue a aquecer-se - a década de 2000 a 2009 foi a mais quente já registrada em termos globais - a elevação das temperaturas não foi tão pronunciada quanto nos anos 90.

 

Observações feitas com balões e satélites mostram que a quantia de vapor de água na camada a cerca de 16 km de altitude caiu a partir do anos 2000. A estratosfera se estende 12 km a 48 km acima da superfície terrestre.

 

A razão do declínio é desconhecida, segundo os pesquisadores liderados por Susan Solomon, da Administração Nacional de Atmosfera e Oceano (NOAA) dos EUA. O trabalho do grupo foi publicano online no website da revista Science.

O vapor é um poderoso gás do efeito estufa, e seu declínio na estratosfera poderia reduzir a taxa de aquecimento global esperada a partir do acúmulo de outros gases, como o dióxido de carbono.

 

De acordo com os cientistas, o vapor entra na estratosfera principalmente por conta do ar que ascende a partir dos trópicos.

Mais conteúdo sobre:
efeito estufaaquecimento global

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.