N.S.W. National Parks and Wildlife Service/AP
N.S.W. National Parks and Wildlife Service/AP

Rã supostamente extinta há 30 anos é encontrada na Austrália

Localização onde foi encontrada a 'Litoria castanea' será mantida em segredo para proteger a espécie

Efe,

04 Março 2010 | 10h31

Uma espécie de rã minúscula que supostamente estava extinta há três décadas foi vista no sudeste da Austrália, anunciaram nesta quinta-feira, 4, as autoridades.

 

A rã, de nome científico Litoria castanea, tem coloração verde com manchas em tons de dourado. O exemplar foi encontrado há algumas semanas por um funcionário do estado australiano de Nova Gales do Sul que buscava peixes em perigo de extinção.

 

O trabalhador retornou ao local com um especialista em anfíbios que confirmou a identidade do animal, cuja localização será mantida em segredo para proteger a espécie, indicou o responsável estadual pelo Meio Ambiente, Frank Sartor.

 

Sartor afirmou que o descobrimento "nos lembra a necessidade de proteger o meio ambiente para que gerações futuras desfrutem do barulho e da cor de nossos animais nativos" e afirmou que o estado negocia com um zoológico de Sydney para iniciar um programa de reprodução em cativeiro.

 

Em setembro de 2008, foi descoberta em uma área remota da floresta tropical do norte da Austrália outro tipo de rã minúscula, a chamada "rã de armadura" (Litoria lorica) que os especialistas acreditavam estar extinta desde 1991.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.