Queimadas deixam Palmas coberta por nuvem cinzenta

Uma área de cerca de 10 mil hectares da Serra do Carmo, em Palmas (TO), está sendo destruída pelo fogo há cinco dias. Homens da Guarda Metropolitana e brigadistas do Corpo de Bombeiros tentam conter os focos de incêndio, que também alcançaram o Parque Estadual de Lajeado.

O Estado de S. Paulo

12 de agosto de 2010 | 11h25

 

As queimadas próximas a Palmas deixaram ontem a capital coberta por uma nuvem cinzenta. O índice de umidade do ar caiu para o nível crítico de 11% durante o dia.

 

Segundo os órgãos ambientais, as queimadas não se restringem a Palmas. Este ano, segundo o superintendente do Ibama, Lenine Barros Cruz, os focos se espalharam por todas as regiões do Estado. Desde o início do ano, foram registrados 3,8 mil pontos de calor. Dessa forma, o Tocantins ocupa o segundo lugar no ranking nacional de queimadas, atrás apenas de Mato Grosso. O município campeão é Formoso do Araguaia, onde há concentração de lavouras de arroz e soja.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
queimadasmeio ambienteplanetaPalmas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.