Próximo presidente dos EUA será melhor para ambiente--Barroso

Qualquer um dos três pré-candidatos àPresidência dos Estados Unidos será melhor do que George W.Bush no combate ao aquecimento global, disse nestasegunda-feira o presidente da Comissão Européia, José ManuelBarroso. "A tendência está do lado certo, mas existe muito trabalhoa fazer", declarou Barroso sobre as perspectivas das políticasdos EUA para enfrentar o aquecimento global durante umseminário sobre o assunto e sobre segurança energética nacapital norueguesa. Os pré-candidatos democratas Barack Obama e HillaryClinton e o republicano John McCain são todos a favor deestabelecer limites para as emissões de gás estufa pelos EUA--algo que Bush até agora rejeitou apesar da pressão de seusaliados. "Qualquer um dos candidatos: sr. Obama, sra. Clinton ouJohn McCain estarão mais comprometidos a combater a mudançaclimática do que o governo atual", disse Barroso em resposta auma pergunta. Os EUA são o único país desenvolvido fora do Protocolo deKyoto da Organização das Nações Unidas (ONU, depois de o novogoverno trabalhista da Austrália assiná-lo em dezembro. O protocolo de Kyoto busca reduzir as emissões de gás deefeito estufa em uma média de pelo menos 5 por cento abaixo dosníveis de 1990 no período 2008-2012, em um primeiro passo paraevitar temperaturas crescentes que o Painel da ONU sobre Climadiz que trarão mais inundações, secas e elevação do nível domar. As emissões dos EUA ficaram 16 por cento acima dos níveisde 1990 em 2005. As emissões de muitos países signatários doacordo de Kyoto também estão muito longe da meta --Portugal,terra natal de Barroso, está 43 por cento acima do patamar de1990 apesar de a média geral da UE estar dentro da meta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.