Promessas em Copenhague são insuficientes, diz Merkel

A chanceler alemã, Angela Merkel, declarou na quinta-feira que as promessas feitas pelas nações industrializadas na conferência do clima da ONU em Copenhague não tem sido suficientes e que a proposta dos EUA não é ambiciosa.

REUTERS

17 Dezembro 2009 | 08h22

Em discurso para o Parlamento antes de viajar à conferência, Merkel disse que as notícias vindas de Copenhague não têm sido boas até agora, e alertou que a incapacidade de chegar a um acordo poderia ser prejudicial.

"As notícias que temos recebido não são boas", criticou ela.

"Devo dizer muito sinceramente que a proposta dos Estados Unidos de cortar (emissões de CO2) em 4 por cento comparado aos índices de 1990 não é ambiciosa."

(Reportagem de Noah Barkin e Erik Kirschbaum)

Mais conteúdo sobre:
AMBIENTE MERKEL CRITICA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.