ALEX SILVA/ESTADAO
ALEX SILVA/ESTADAO

Projeções de arte em prédios de SP mostram a relação do ser humano com a natureza

A exposição Céu Aberto acontece entre os dias 22 e 29 de abril. As obras inéditas dos oito artistas também estarão disponíveis no Youtube junto de um minidocumentário

Jefferson Perleberg, O Estado de S.Paulo

22 de abril de 2021 | 20h32

Na parede de um prédio, na praça da cidade, um espaço vazio que é preenchido com arte e reflexão. Essa é a proposta da exposição "Céu Aberto - O Distanciamento entre o Ser Humano e a Natureza", uma mostra digital que une arte contemporânea, tecnologia e a proteção do meio ambiente. De 22 a 29 de abril, ruas, praças e prédios de São Paulo vão receber projeções de vídeo artes de oito artistas de diferentes estados brasileiros e até de Portugal. Tudo também estará disponível no Youtube acompanhado de um mini documentário sobre cada obra. 

Para o idealizador, o pernambucano Mozart Santos, a mostra é uma conversa para despertar um pensamento crítico a quem a vê. “Na exposição estamos refletindo sobre o que está acontecendo com o nosso mundo, tudo tem consequências. O esgoto nos rios, se torna a água que a gente bebe. O lixo descartado de forma incorreta. Temos que repensar nossas atitudes diárias, faça o mínimo, que você já vai ajudar seu bairro, sua cidade.” 

A abertura acontece em uma data especial, dia 22 de abril, o Dia da Terra, data criada em 1970 no EUA com a finalidade de debater problemas como a conservação da biodiversidade e a preservação da natureza. Também na ocasião acontece a Cúpula dos Líderes Climáticos e o envio de  uma carta de todos os governadores brasileiros ao presidente americano Joe Biden, sobre a crise climática brasileira. 

As obras de Mozart Santos foram as primeiras a serem projetadas e vão ao ar no Youtube a partir das 20h desta quinta. O vídeo mostra uma série de fotografias de folhas de plantas que lentamente entram em combustão, “a obra proporciona uma reflexão sobre as queimadas e os seres vivos que nos proporcionam o ar para respirar”, diz Santos.

Segundo a equipe de criação, a projeção é uma ferramenta de alto impacto visual urbano que consegue atingir milhares de pessoas e outras milhares via compartilhamento nas redes. Mozart também é co-fundador do grupo Projetemos, que difunde a prática da projeção de mensagens e obras em prédios e centros urbanos por todo o Brasil. Segundo ele, as projeções completam o ciclo da arte quando chegam ao público, que por enquanto podem admirar as obras pela janela de casa ou pela internet, por conta da pandemia. 

A exposição exibe obras de Roberta Carvalho (PA), Mozart Fernandes (SP) e Marta Rijo (Portugal) , Mozart Santos (PE), VJ Suave (SP), Sitah (SP), Lourival Cuquinha (PE), Catharina Suleiman (SP) e Guto Barros (PE), em locais como a Praça Roosevelt, Rua Santa Isabel, Rua Maria Antonia, Largo de Santa Cecília, Avenida São João, Minhocão, Consolação e Vale do Anhangabaú.

O projeto foi desenvolvido por meio do Proac Expresso Lab, promovido pelo governo do Estado de São Paulo e do governo federal por meio da Secretaria Especial de Cultura e Ministério do Turismo. A concepção e realização é da Mexe Mexe e a produção é assinada pela Ninas.

Confira a programação completa das lives:

  • Quinta-feira, 22 de abril | Mozart Santos
  • Sexta-feira, 23 de abril | VJ Suave
  • Sábado, 24 de abril | Roberta Carvalho
  • Domingo, 25 de abril | Mozart Fernandes
  • Segunda-feira, 26 de abril | Sitah
  • Terça-feira, 27 de abril | Lourival Cuquinha
  • Quarta-feira, 28 de abril | Catharina Suleiman
  • Quinta-feira, 29 de abril | Guto Barros 

O conteúdo estará disponível no canal Céu Aberto. As projeções são gravadas um dia antes e ficam das 19h às 22h, os locais específicos de cada obra não foram divulgados para evitar aglomerações.

Tudo o que sabemos sobre:
meio ambienteartes plásticas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.