Prefeitura de Sorocaba-SP assume emissão de licenças ambientais

Expectativa é reduzir de seis meses para 30 dias prazo para liberar empreendimentos de impacto

José Maria Tomazela - O Estado de S. Paulo,

01 de fevereiro de 2011 | 17h49

SOROCABA - A prefeitura de Sorocaba, a 92 km de São Paulo, assinou nesta terça-feira, 1, convênio com a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) para municipalizar a emissão de licenças ambientais. Com isso, a Secretaria do Meio Ambiente (Sema) do município poderá emitir as licenças para os empreendimentos de impacto local, sejam obras várias, hidráulicas e de saneamento, ou ainda atividades de pequeno impacto, como pizzarias, marcenarias, fábricas de embalagens, entre outras.

 

A expectativa é reduzir de seis meses para 30 dias o prazo para a liberação da licença. De acordo com o presidente da Cetesb, Fernando Rei, funcionários da Secretaria municipal vão passar por um treinamento no órgão estadual.

 

O Sistema Nacional do Meio Ambiente (Sisnama) atribui o licenciamento aos três níveis de governo - federal, estadual e municipal, mas até agora, no Estado de São Paulo, cabia exclusivamente à Cetesb a concessão de licenças ambientais a empreendimentos industriais.

 

Com o programa de descentralização de gestão ambiental, iniciado em 2009, os municípios passam a desempenhar essa função. Cerca de 40 municípios já estão conveniados e outros 50 em fase de habilitação no Estado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.