Porcos performáticos roubam a cena em zoológico na Tailândia

Ele dançam, pegam bolas de tênis, andam em ziguezague em cima de estacas e saltam por aros em chamas

Gill Griffith-Jones, Reuters,

18 de outubro de 2007 | 14h16

Porcos podem voar? Bem, não voar exatamente, mas podem pular através de anéis de fogo e rodopiar em pedestais, como demonstra um novo show em um zoológico na Tailândia. Cinco porcos rosas e pretos são as improváveis novas estrelas do show, tirando os holofotes até mesmo dos tigres e dos crocodilos no ano chinês do porco.    Ele dançam, pegam bolas de tênis e andam em ziguezague em cima de estacas. Até mesmo pulam, ou se elevam, para ser mais exato, através de arcos em chamas, seduzidos pela recompensa de biscoitos. Em cinco meses do show dos porcos no Zoológico Tigre Sriracha na província tailandesa turística de Chon Buri, a cerca de 80 quilômetros a leste de Bangcoc, nenhum bacon ficou chamuscado.                    "Nós não achávamos que eles pudessem fazer algo parecido. Nós pensávamos que os porcos apenas deitassem e não fizessem nada. É demais!", disse a turista holandesa, Tanja van den Bogert, que assistiu a apresentação junto de uma centena de fãs.                                   Surat Tiplaksaa, o encarregado das novas estrelas do zôo, costumava treinar tigres. É preciso de maior paciência com porcos, diz ele, porque sua atenção é limitada por uma constante ânsia por comida.                                   "Tigres são perigosos, e é mais como um desafio. Com porcos, é difícil controlá-los porque eles não conseguem ficar parados", afirmou Surat, depois de tentar ensinar o pequeno Tong, de cinco meses, a pegar tubos coloridos de plásticos com o focinho e deixá-los no recipiente com a cor correspondente.         Os treinos começam quando os porcos estão com dois ou três meses de vida e duram cerca de três meses. Um dos perigos de eles crescerem é que os animais engordam e não conseguem mais fazer o show. Por isso, nenhum porco tem mais de oito meses.    Ainda assim, os mais velhos não viram bacon. Depois de se aposentarem, eles vivem no zoológico tailandês.

Tudo o que sabemos sobre:
porcosamestradostailândiazoológico

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.