Plástico ameaça vida de tartarugas marinhas no Adriático, na Europa

Uma em cada três tartarugas-cabeçudas (Caretta caretta) encontradas no Mar Adriático, na Europa, contém plástico no organismo. Isso mostra que a região é uma das mais poluídas da Europa, aponta estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Zagreb, na Croácia, publicado na revista Marine Pollution Bulletin.

O Estado de S. Paulo

08 de novembro de 2010 | 11h55

 

Os cientistas examinaram 54 tartarugas-cabeçudas, espécie marinha, encontradas mortas por pescadores. Em uma só tartaruga, 15 fragmentos de plástico foram encontrados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.