Divulgação
Divulgação

Pintura panorâmica representa floresta Amazônica na Alemanha

Painel circular tem 30 metros de altura e 106 metros de comprimento e é resultado de 25 mil fotografias

Efe,

25 Março 2009 | 14h40

O artista austríaco Yadegar Asisi exibe a partir desta quarta-feira, 25, na galeria Panometer, em Leipzig (Alemanha), sua nova criação: uma pintura panorâmica e circular da Amazônia de 30 metros de altura e 106 metros de comprimento.

 

Para apreciar a obra, intitulada Amazonien - das Zauberbild der Natur (Amazônia - a Imagem Mágica da Natureza), o espectador fica sobre uma plataforma de seis metros de altura, localizada no centro de uma antiga fábrica de gás.

 

"Ao observar a pintura panorâmica, o espectador deve vislumbrar o que há de excepcional nesse pedaço da Terra que é a floresta amazônica", declarou o artista.

 

Amazonien também serve como homenagem aos 150 anos da morte de grande naturalista alemão Alexander von Humboldt, que dedicou parte de sua vida a investigar a região amazônica.

 

A obra é resultado de mais de 25 mil fotografias e incontáveis desenhos esboçados por Asisi durante quatro visitas ao Brasil.

 

Árvores ancestrais, flores, animais e indígenas compõem a pintura. O público ainda dispõe de lunetas para descobrir alguns insetos e aves em meio às folhagens.

 

"Com Amazonien, quero mostrar ao público a beleza, a diversidade e a riqueza da floresta para que as pessoas se sensibilizem por uma parte tão valiosa da Terra", disse Asisi.

 

A pintura panorâmica vem acompanhada de peças complementares de caráter científico, visual e auditivo que permitem ao espectador, por exemplo, estudar os processos biológicos e as características físicas de plantas e insetos.

 

Além disso, uma instalação simula efeitos da luz sobre a representação da selva amazônica acompanhada pela música de Eric Babak.

 

Asisi já apresentou na Panometer de Leipzig outras grandes pinturas panorâmicas, como visões aéreas da Roma antiga e da cidade alemã de Dresden no século XVIII.

Mais conteúdo sobre:
Amazônia Alemanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.