PF prende três em operação contra extração ilegal de madeira

Operação realizada nos três estados do sul busca combater venda e transporte de madeira ilegal

Julia Baptista, da Central de Notícias, Estadão.com.br

18 de agosto de 2010 | 09h44

SÃO PAULO - A Polícia Federal prendeu três pessoas durante a Operação Acuti, deflagrada na manhã desta quarta-feira, 18, no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Pará. Duas pessoas foram presas no Pará, e uma, no Rio Grande do Sul. De acordo com a PF, a operação busca combater a venda e o transporte de madeira cuja extração é ilegal. A PF cumpre mandados de prisão e quatro mandados de busca e apreensão nos municípios de Três Cachoeiras (RS), Sombrio e Jacinto Machado (SC), e Marabá (PA).

 

A investigação, iniciada em abril deste ano na Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente da Polícia Federal no Rio Grande do Sul, tem como foco a extração e comércio que envolvem espécies sob extinção na região amazônica, especialmente a castanheira. A madeira extraída abastecia empresa de fabricação de carrocerias de caminhão.

 

Durante a fase de investigação foram apreendidos documentos de Origem Florestal, Notas Fiscais e Guias Florestais, com indícios de falsidade. Também foram apreendidos 100m de madeira identificada como "castanheira" e dois caminhões empregados no transporte. Participaram da operação 34 policiais federais e servidores do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.