Petrobrás é multada em R$ 5 mi por vazamento na Bahia

Acidente contaminou manguezal em Pitinga; empresa diz que limpeza na região está quase concluída

Denise Luna, O Estado de S.Paulo

12 Junho 2018 | 11h56

RIO - A Petrobrás foi multada em R$ 5 milhões pela Prefeitura de Candeias, município a 30 quilômetros de Salvador, Bahia, pelo vazamento ocorrido no último sábado, 9, em um duto da estatal e que contaminou o manguezal na localidade conhecida como Pitinga, além do rio São Paulo, no Distrito de Passé. Segundo a Petrobrás, a limpeza da região está 90% concluída. Ao todo foram derramados três metros cúbicos de água oleosa no vazamento. A empresa não especificou o tipo do óleo.

"O lançamento do efluente causou danos ambientais que resultou além da contaminação da água no desequilíbrio na fauna local", informou a assessoria da prefeitura de Candeias, observando que uma equipe da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Agricultura (SEMA) foi ao local e constatou a "gravidade do acidente" para a região.

+++Vazamento de óleo prejudica aldeias indígenas

Segundo a Petrobrás, "após a ocorrência, a companhia interrompeu imediatamente a operação dessa linha e iniciou a limpeza da área. Equipes especializadas em emergências e de monitoramento ambiental da Petrobrás continuam trabalhando na região", explicou a Petrobrás em nota, ressaltando que não houve vítimas no acidente e os órgãos ambientais foram notificados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.