Pesquisadores descobrem 126 novas espécies no Sudeste Asiático

Relatório da ONG WWF revela lista de animais que inclui peixe cego e sapo que canta

BBC Brasil, BBC

20 Dezembro 2012 | 11h33

Pesquisadores identificaram 126 espécies animais e vegetais até então desconhecidas no Sudeste da Ásia, na região conhecida como Grande Mekong (que engloba Camboja, Laos, Mianmar, Tailândia, Vietnã e um pedaço da China), informa um relatório recém-divulgado pela ONG WWF.

Entre as novas espécies encontradas estão um morcego vietnamita batizado de Murina beelzebub por causa de "sua aparência maligna", um peixe cego, um sapo que canta como um pássaro e uma víbora de olhos vermelhos.

"Ainda que essas descobertas (datadas de 2011) reforcem o Mekong como uma região de biodiversidade incrível, muitas dessas novas espécies já estão lutando para conseguir sobreviver em hábitats que estão encolhendo", afirma Nick Cox, diretor da WWF na região.

Desde 1997, mais de 1,7 mil espécies foram identificadas pelos cientistas na região. Segundo Cox, o rio Mekong, que atravessa a área pesquisada, "contém biodiversidade aquática que só perde para o rio Amazonas".

"A caça ilegal é um dos maiores desafios para a sobrevivência de muitas das espécies no sudeste da Ásia", acrescenta o diretor da WWF.

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Mais conteúdo sobre:
NaturezaSudeste AsiáticoWWF

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.