Pau-rosa entra na lista de produtos controlados da Cites

Óleo de árvore nativa da Amazônia é usado na formulação do famoso Chanel nº 5

Herton Escobar, O Estado de S. Paulo

17 Março 2010 | 23h19

Uma proposta brasileira para incluir o pau-rosa na lista de produtos controlados pela Convenção do Comércio Internacional de Espécies Ameaçadas de Fauna e Flora (Cites) foi aprovada em Doha, no Catar, em uma conferência de 175 países. Árvore nativa da Amazônia, o pau-rosa está ameaçado de extinção. Seu óleo é usado como essência na formulação de vários perfumes na Europa e nos Estados Unidos, entre eles o famoso Chanel N.º 5.

 

Leia mais no caderno Vida desta quinta-feira, 18.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.