Parque do Carmo ganha mais 800 cerejeiras

Em agosto, parque recebe Festa das Cerejeiras; com novo plantio, local terá 2,3 mil dessas árvores

Afra Balazina, O Estado de S. Paulo

13 Maio 2010 | 10h24

O Parque do Carmo, na zona leste de São Paulo, está prestes a se tornar a segunda maior área fora do Japão com cerejeiras, árvore-símbolo do país oriental (a maior fica nos Estados Unidos).

 

A Secretaria das Subprefeituras concluirá nesta semana o plantio de 800 mudas da espécie yukiwari, doadas pela Federação de Sakura e Ipê do Brasil. As mudas têm entre 50 centímetros e 1,5 metro.

 

Todo o ano ocorre no parque, em agosto, a Festa das Cerejeiras. O local já possui o Bosque das Cerejeiras e, com o novo plantio, passará a ter um total de 2,3 mil dessas árvores. A manutenção será feita em parceria com a Secretaria do Verde e Meio Ambiente.

 

Os japoneses costumam lotar os parques para admirar as cerejeiras no curto período em que as flores aparecem. Até o ano passado, a agência nacional de meteorologia do Japão previa quando elas apareceriam, mas o serviço foi extinto.

Mais conteúdo sobre:
planeta sustentabilidade parque cerejeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.