Papa cancela compromisso em Roma, mas Vaticano dissipa preocupações

O papa Francisco cancelou uma visita a pacientes de um hospital de Roma, na Itália, no último minuto nesta sexta-feira devido ao que o Vaticano chamou de “uma indisposição repentina”.

REUTERS

27 Junho 2014 | 17h42

Mas o pontífice, que desmarcou uma série de compromissos nas últimas semanas por conta de pequenos problemas de saúde, ainda irá receber o presidente de Madagascar e presidir a comemoração do dia de São Pedro e São Paulo neste fim de semana, informou o Vaticano.

“Os compromissos da agenda do Santo Padre para sábado, 28 de junho, e domingo, 29 de junho, estão confirmados”, disse o principal porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, em uma mensagem de texto a repórteres.

“Não há razão para se preocuparem com a saúde do papa”, afirmou Lombardi.

O papa, que sofre de dores no nervo ciático, cancelou uma caminhada em uma procissão pelas ruas de Roma na semana passada, decisão que o Vaticano disse ter sido tomada para preservar sua energia para futuros compromissos.

Francisco cancelou um compromisso na semana anterior devido a uma ligeira febre, mas em seguida fez uma série de aparições públicas durante as quais aparentou boa saúde.

(Reportagem de Philip Pullella)

Mais conteúdo sobre:
RELIGIAOPAPACANCELA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.