Panda que escapou de terremoto na China dá à luz gêmeos

A panda havia sido transferida de sua reserva original, atingida pelo forte terremoto de maio

AP,

07 Julho 2008 | 14h57

Uma panda que havia sido removida depois do terremoto que atingiu a China em maio deu à luz a gêmeos na manhã de domingo, 6, informa a mídia estatal chinesa.   Guo Guo é a primeira panda a ter filhotes desde o tremor de magnitude 7,9 que atingiu a província de Sichuan em 12 de maio, deixando cerca 70 mil mortos e 5 milhões de desabrigados, informa a agência Xinhua.   A panda havia sido transferida para o centro de pandas de Bifengxia, depois que o terremoto danificou a Reserva Natural Wolong, principal centro de reprodução de pandas da China, onde Guo Guo vivia. Wolong fica perto do epicentro do tremor. Um panda da reserva morreu no desastre, e outro encontra-se desaparecido.   A maioria dos 63 pandas da reserva tiveram de ser transferidos depois do tremor, por conta do risco de deslizamentos e outros perigos.

Mais conteúdo sobre:
pandachinaterremoto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.