EFE
EFE

Panda do zoológico de Viena dá à luz gêmeos; veja fotos

Nascimento dos filhotes ocorreu de forma natural; evento não é raro, mas normalmente mãe só cuida do filhote mais forte

O Estado de S.Paulo

16 Agosto 2016 | 15h56

O zoológico de Viena confirmou nesta terça-feira, 16, que a fêmea de urso panda que na semana passada deu à luz um animal teve na realidade gêmeos.

"As (primeiras) fotografias só mostravam um animal", explicou o zoológico Schönbrunn de Viena em comunicado publicado nesta terça-feira.

O nascimento dos filhotes aconteceu a partir de método natural no qual os funcionários do zoo não intervêm de nenhuma forma e a mãe e seus filhotes são observados unicamente mediante uma câmera, explica a nota.

"Na sexta-feira passada foi o primeiro dia no qual os cuidadores puderam ver os dois filhotes", conta no comunicado a diretora do zoo, Dagmar Schratter.

É habitual fêmeas panda darem à luz dois filhotes, mas normalmente a mãe só cuida do mais forte.

Segundo os responsáveis do zoológico, os dois filhotes, de 15 centímetros de extensão, parecem estar se desenvolvendo muito bem após os primeiros dias de vida e a mãe, que se chama Yang Yang, está relaxada.

No entanto, a porcentagem de sobrevivência para os ursos panda se situa em torno de 50% nas primeiras semanas.

Segundo a tradição chinesa, só é dado nome a um panda após cem dias de vida.

Os gêmeos representam o quarto e quinto bebê de Yang Yang. Seus outros três irmãos, que nasceram também em Viena, vivem novamente na China: Fu Long (2007), Fu Hu (2010) e Fu Bao (2013).

Dentro de quatro meses os gêmeos de panda, dos quais se desconhece o sexo ainda, sairão pela primeira vez à zona do zoológico visível para os visitantes.

Até então, o recinto para pandas atualizará o crescimento dos filhotes mediante imagens de vídeo e fotografias nas redes sociais e por meio de seu site. /EFE

 

Mais conteúdo sobre:
zoológico Viena [Áustria]

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.