Países ibero-americanos pedem políticas globais para a água

A Conferência dos Diretores Ibero-americanos da Água (Codia), no México, lançou ontem um documento pedindo políticas globais que garantam o abastecimento de água para todos, frente aos efeitos negativos da mudança climática.

Andrea Vialli, O Estado de S. Paulo

06 de agosto de 2010 | 11h53

 

A proposta será entregue na próxima Conferência do Clima (COP-16), marcada para dezembro em Cancún. Os 20 países da Codia, entre eles Brasil, Espanha, Portugal, Uruguai e Argentina, também concluíram que os efeitos do aquecimento global sobre a água do planeta obrigarão uma “realocação de populações, em muitos casos no México e na América Latina, que estejam muito expostas ao perigo pelo crescimento de rios e represas”.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
meio ambienteplanetaágua

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.